Rádios Guaíba e Gaúcha (1986/1987)

Folheando algumas edições da Revista Goool, encontrei essas propagandas da Rádio Guaíba, do final de 1986, e da Rádio Gaúcha, do ano de 1987. Tem muita coisa legal nelas.

Obs.: Clicando nas imagens a definição fica muito boa!

A Guaíba, faz um apanhado geral sobre o ano da rádio e comenta individualmente sobre cada membro da equipe. Os narradores eram o grande Milton Jung (recentemente falecido), mais Samuel Santos (que logo depois se afastou por um tempo para se dedicar à advocacia) e os guris Marco Antônio Pereira (aposentado do rádio desde o ano passado) e José Aldo Pinheiro (o então “mais jovem locutor esportivo do país”, que deu algumas voltas e hoje está novamente na Guaíba). Os comentários ficavam a cargo de João Carlos Belmonte (que foi para a Gaúcha ainda em 1986) e Paulo Sérgio Pinto (que sairia da rádio apenas em 1999, para assumir a Pampa, onde segue até hoje). Na reportagem, Jodoé Caxias de Souza (falecido em 2007), Laerte Batista de Franceschi, Wianey Carlet (falecido em 2017), Luís Fernando Siqueira (o Pelotinha, que esteve na Band há não muito tempo, mas que hoje está fora do rádio aparentemente) e Rogério Amaral (que agora está trabalhando por conta, eu acho). A equipe de retaguarda contava com os jovens (esses eu até coloquei como imagem de destaque no post!) Luís Carlos Reche (hoje no comando da Rádio Grenal) e  Maurício Saraiva (então estudante na PUCRS e que hoje destila seu futebolês moderno na RBS).

Já a propaganda da Gaúcha focava mais na programação diária de esportes da rádio. Chama a atenção, logo de cara, o slogan: “60 anos mais nova”. As figuras em destaque eram Paulo Sant’ana (falecido em 2017), Kenny Braga (que saiu da Gaúcha após um polêmico episódio com o próprio Paulo Sant’ana e que, hoje, está na Grenal), Lasier Martins (atual senador pelo RS), Armindo Antônio Ranzolin (que havia chegado há não muito na Gaúcha, de onde sairia aposentado apenas em 2006), Roberto Brauner (narrador com habilidade para narrar múltiplos esportes, falecido precocemente em 2016), João Carlos Belmonte, Haroldo de Souza (que segue narrando, hoje na Grenal), Lauro Quadros (aposentado desde 2014), Pedro Ernesto Denardin (que dispensa apresentações) e Antônio Carlos Macedo (que também segue na empresa). Além deles, nas letrinhas pequenas, também aparece uma mistura de veteranos e neófitos: Celestino Valenzuela (aposentado desde 1989), Érico Sauer (falecido ainda em 1991 e que chegou a jogar pelo Estrela Futebol Clube), Sílvio Benfica (que saiu da Gaúcha em 2017), Regis Hoher (que, segundo o leitor Márcio informa via comentários, está na Gazeta, de Santa Cruz do Sul), Sérgio Boaz (um guri, na época, e que hoje está na Band) e Italo Gall (que segue trabalhando como plantão em São Leopoldo).

 

4 comentários sobre “Rádios Guaíba e Gaúcha (1986/1987)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s